Blog do Deco Bancillon

“E Agora, Brasil?” Entenda a política brasileira, do petrolão à lava-jato

Blog traz análises, bastidores e apuração das notícias da política e da economia pela ótica de um dos jornalistas mais premiados do país

Brasil é país de muitos contrastes (Foto: Tuca Vieira)

DECO BANCILLON
DE BRASÍLIA

Se você acompanha as notícias de Brasília, já sabe que o Brasil não é para amadores.

Nós somos um país complexo, de proporções continentais e com heranças culturais diversas.

Nossa história foi marcada pela imigração de diversos povos.

Alemães, italianos, japoneses, portugueses e, sobretudo, africanos.

Somos o maior país católico do mundo – mas, curiosamente, é são as igrejas evangélicas que mais crescem e se multiplicam país afora.

Esse blog vai tratar desses acertos políticos, trazendo muita informação, bastidores e análises do que é discutido nos gabinetes de Brasília e em repartições públicas país afora.

Aqui nós vamos tratar também do que faz o Brasil ser um país tão interessante.

Somos muitos, mais precisamente 210 milhões de habitantes.

Várias cores, vários credos, várias formas de pensar.

Assim é também a nossa a nossa economia.

Diversa, plural, inesperada.

O Brasil é a maior economia na América Latina.

Mas seus habitantes não se reconhecem como latinos.

O Brasil é o maior país de língua portuguesa do mundo, embora, para muitos estrangeiros, a língua que falada no país seja o “brasileiro”.

Durante muitos anos, por pura confusão (e também um punhado de desinformação), muitos gringos acreditavam que a capital do Brasil era Buenos Aires, na Argentina.

Hoje, diante das tantas notícias da política brasileira que ganharam o mundo, é difícil acreditar que qualquer pessoa que acompanhe um pouquinho o Brasil ainda não tenha ouvido falar de Brasília.

A capital de todos os brasileiros, uma cidade de apenas 60 anos encravada no Centro-Oeste brasileiro, em meio a cachoeiras, muito verde e o marrom acinzentado do cerrado, invadiu as manchetes de todo o mundo.

Foram muitas as reviravoltas produzidas por Brasília.

Em ordem cronológica, apenas para citar algumas delas, tivemos as marchas populares de 2013;

a reeleição apertadíssima de Dilma Rousseff em 2014 sobre o então senador Aécio Neves;

a ascensão então juiz Sérgio Moro;

a crise do governo petista e o rompimento de Dilma Rousseff com o Congresso Nacional;

a tentativa frustrada de nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ocupar o posto de ministro-chefe da Casa Civil do governo petista;

o impeachment de Dilma Rousseff; a prisão histórica (e contraditória) de Lula; a derrocada de Eduardo Cunha, o parlamentar que deu o pontapé para o fim da era petista em Brasília; a eleição de Jair Bolsonaro;

a nomeação de Sergio Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Pública;

a divulgação dos grampos que implicaram a Lava Jato no episódio conhecido como Vaza-jato. E por fim o rompimento de Sergio Moro com Bolsonaro.

Ufa!

Já deu para notar que assunto é o que não vai faltar por aqui, né?

O “E Agora, Brasil?” tentar antecipar os próximos passos desse thriller de ação chamado política brasileira. Aqui, as informações vão ter sempre contexto, análise e apostas minhas do que espero que aconteça a partir de certos eventos políticos.

Então, se você gosta desses assuntos e quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Brasília que pode afetar a sua vida, acompanhe a página diariamente.

E aproveite para deixar a sua opinião nos comentários.

Fique à vontade. No “E Agora Brasil”, a informação vem sempre em primeiro lugar.

E suas contribuições são sempre bem-vindas.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.